Publicações


Nos últimos anos, o número de artigos publicados tem constituído a principal grandeza utilizada pela maioria das Universidades para quantificar a produtividade científica dos seus pesquisadores. Contudo, esta medida apresenta limitações de várias ordens: artigos científicos variam substancialmente em relevância; o seu número é freqüentemente difícil de comparar entre as várias áreas da ciência e tecnologia e; a avaliação com base neste paradigma tem originado a publicação desenfreada de trabalhos pouco meritórios.
Porém, as publicações científicas são fundamentais no processo de avaliação, podendo constituir uma medida válida, vigorosa e acreditada, desde que se considerem outras vertentes, e não apenas o seu número, para controlar a qualidade.
Assim, podemos nos perguntar: 1) Qual o impacto científico e tecnológico dos artigos publicados? e 2) Qual a preponderância de determinado pesquisador no trabalho desenvolvido?
QUALIS constitui-se em um sistema de avaliação de periódicos, mantido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), no Brasil. Este sistema relaciona e classifica os veículos utilizados para a divulgação da produção intelectual dos programas de pós-graduação "stricto sensu" (mestrado e doutorado), quanto ao âmbito da circulação (local, nacional ou internacional) e à qualidade (A1, A2, B1, B2, B3, B4, B5 e C), por área de avaliação. Geralmente, um artigo é considerado relevante se, para uma dada área de atuação, tiver Qualis igual ou superior a B2.
As publicações de todos os integrantes do LEDMa podem ser visualizadas em suas páginas pessoais (seção “equipe”) e/ou em seus respectivos currículos lattes. A seguir, é apresentado o resumo dos indicadores quantitativos das publicações do grupo.